top of page

Como evitar os perigos da contaminação alimentar na minha empresa?

A contaminação alimentar é um ponto de extrema importância nas empresas, sejam elas do ramo alimentício ou não. Ter esse como um ponto de atenção diário é essencial para evitar problemas de saúde para os consumidores dos alimentos e, não menos importante, para evitar problemas jurídicos nas empresas responsáveis.


Prossiga com a leitura e saiba mais sobre contaminação alimentar e as boas práticas que sua empresa pode seguir para evitar consequências desagradáveis.


O que é a contaminação alimentar?

Basicamente, a contaminação alimentar ocorre quando um determinado tipo de alimento contém substâncias (ou até mesmo objetos) que, quando ingeridos, representam um risco para nossa saúde.


Atualmente, são reconhecidas três causas para a contaminação alimentar, que você pode conferir a seguir.


Contaminação física


A mais comum de encontrarmos no preparo das refeições no dia a dia ou em restaurantes, que conta com a presença de certos objetos nos alimentos como, por exemplo: cabelo, acessórios, madeira, pedras, dentre outros.


Contaminação química


Neste tipo de contaminação, é encontrado normalmente compostos químicos ou toxinas que determinados microrganismos podem produzir e deixar no alimento. Essa situação é mais comum de acontecer em indústrias de alimentos.


Contaminação biológica


Provavelmente um dos tipos mais sérios de contaminação, aqui é caracterizado pela presença de microrganismos patogênicos nos alimentos como, por exemplo: animais venosos, parasitas ou determinadas bactérias causadoras de doenças.


A contaminação em si pode até chamar menos a atenção da população, entretanto, uma das coisas que ela pode causar é a famosa “intoxicação alimentar” e, para isso, notícias não faltam sobre pessoas que sofreram as consequências da contaminação inicial.


Veja na íntegra algumas notícias:



Os perigos da contaminação alimentar

Para a saúde humana, os riscos estão exatamente no mal-estar causado logo após ingerir alimentos contaminados, tendo alguns sintomas como:


  • Indisposição acompanhada de vômitos;

  • Dores de estômago e diarreia após ingestão de certos alimentos;

  • Náuseas, febre, calafrios e fadiga no corpo.


É extremamente importante ressaltar que, em casos graves e quando não tratados, a intoxicação alimentar por contaminação de alimentos pode levar à morte. Então, ao menor sinal de suspeita da doença, consulte-se imediatamente com um profissional qualificado.


Já quando falamos dos impactos econômicos para as empresas, tudo pode ser realmente sério no âmbito legal. O motivo? A empresa pode receber multas milionárias, sofrer processos jurídicos de todos os afetados direta ou indiretamente pela contaminação, ter seu negócio interditado ou até mesmo fechado de vez.


Como evitar a contaminação alimentar?

Existem quatro vertentes que podem auxiliar uma empresa a evitar a contaminação alimentar, prevenir as consequências de uma situação como essa e ainda se resguardar como instituição de forma jurídica e perante aos clientes. Descubra quais são essas vertentes abaixo!


Boas práticas de higiene na produção de alimentos


Possuir um processo de higiene é o mínimo que deve ser feito, tanto para as indústrias alimentícias como para restaurantes e demais estabelecimentos.


Então, garanta que o ambiente seja extremamente limpo (higienizado se necessário), tenha um ótimo sistema de circulação de ar e, é claro, controle contra contaminações, principalmente as cruzadas.


Controle de qualidade de matérias-primas


Ter como parte da empresa um setor de qualidade é indispensável para qualquer instituição que se envolva com alimentos, já que esse setor não cuidará apenas da qualidade dos processos e alimentos em si, mas também da matéria-prima que chegará até a empresa, que deverá ser avaliada para que - já no começo de todo o processo - não ocorra nenhuma contaminação.


Monitoramento de temperatura e umidade na armazenagem


A preocupação não termina quando o alimento está pronto, já que manter um olhar atento para sua armazenagem também é essencial para continuar garantindo sua qualidade. Sendo assim, durante a armazenagem, tenha certeza de monitorar a temperatura e umidade do local em que o alimento se encontra. Com isso, você garante a não proliferação de microrganismos e a integridade do produto como esperado.


Clorin PM FOOD Tabs


Clorin PM FOOD TABS é um produto desenvolvido para a correta e segura higienização profissional de verduras, frutas e legumes, além de superfícies, utensílios e equipamentos de pré e pós-mix em restaurantes, cozinhas industriais, indústrias alimentícias e afins.


Ele também previne seus clientes e funcionários das doenças transmitidas por alimentos, causadas pela ingestão de refeições contaminadas por bactérias e vírus, evitando que problemas do tipo coloquem em risco o sucesso e a reputação de sua empresa.


​A importância da qualidade da água na prevenção da contaminação alimentar

Principalmente nas indústrias, a água é um produto essencial quando falamos em produzir alimentos e, consequentemente, esse pode ser mais um risco de contaminação para o mesmo.


A principal ameaça da água de baixa qualidade está nos inúmeros contaminantes carregados por ela como, por exemplo: agrotóxicos, bactérias, toxinas naturais, parasitas, dentre outros. E sim, tudo isso pode ir diretamente para os alimentos.


Uma solução eficaz e prática para esse problema é o CLORIN LINHA DE TRATAMENTO, que trata a água diretamente nos reservatórios de diversas capacidades volumétricas específicas, tais como cisternas, caminhões pipa, torres e caixas d’água, assegurando total desinfecção dos recipientes e tubulações.


Conclusão

Agora você já sabe que o cuidado total com a não contaminação dos alimentos de sua empresa é essencial para assegurar não apenas a saúde de seus clientes, mas também sua reputação como negócio diante do mercado.


Então, conheça mais da Clorin PM FOOD TABS e da CLORIN LINHA DE TRATAMENTO, para assim levar ainda mais segurança para sua empresa e garantir uma linha de defesa eficaz contra os perigos constantes da contaminação.


ENTRE EM CONTATO conosco HOJE MESMO!


34 visualizações0 comentário
bottom of page