top of page

Porque não utilizar o hipoclorito de sódio para a higienização dos alimentos

Atualizado: 8 de dez. de 2022

Entenda aqui por que o hipoclorito de sódio não é a melhor opção para desinfecção dos alimentos e quais os cuidados necessários em sua utilização.


Os cuidados com higienização dos alimentos são super importantes para auxiliar na garantia da nossa saúde. Afinal, os alimentos passam por diversos processos, etapas e manuseios até chegar a nossa mesa. Então, é preciso que sejam desinfetados corretamente antes do consumo.


Mas como fazer isso da forma certa? Uma das formas mais tradicionais é a higienização dos alimentos com hipoclorito. Apesar de comum, tem certos riscos importantes.


Continue a leitura e entenda porque você não deve utilizar o hipoclorito na higienização dos alimentos.


É possível utilizar hipoclorito para a higienização dos alimentos?


Sim, o uso de hipoclorito é permitido e essa solução é capaz de eliminar microrganismos que podem estar presentes nos alimentos, especialmente quando falamos de frutas, verduras e legumes. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados em sua utilização e, por isso, o uso de hipoclorito não é recomendado para a higienização de alimentos.


É seguro?


O hipoclorito de sódio é um produto derivado do cloro, e possui soda cáustica alcalina e aquosa em sua composição. Por isso, é preciso tomar muito cuidado em sua utilização, especialmente quando falamos da higienização de alimentos para consumo, já que deixa resíduos tóxicos e metais pesados, sendo assim além de prejudicial à saúde, um elemento cancerígeno.


Devemos salientar que o hipoclorito também deixa gosto forte e odor nos alimentos.


Quais são os cuidados necessários?


Como mencionamos, o melhor é não fazer a utilização de hipoclorito para a higienização dos alimentos. Mas, em caso de utilização, o principal cuidado é com a dose utilizada para a higienização.


Como o produto é comercializado em forma líquida, é preciso atenção para evitar derramamento ou qualquer outra situação que possa causar um uso de produto em dose maior do que a recomendada.


Mas outro ponto importante é que o uso de hipoclorito exige que as frutas, verduras e demais alimentos passem por enxague após ficarem de molho na solução.


Caso o enxágue não seja efetuado corretamente, o alimento pode ficar com resíduos do produto. Neste processo de enxágue, se a água utilizada estiver contaminada com algum tipo de microrganismo, ocorre uma nova contaminação desses alimentos.


Existem produtos melhores para fazer a higienização dos alimentos?


Sim, apesar de o hipoclorito poder ser utilizado para higienização, como você pode perceber, exige diversos cuidados e possui várias contra indicações.


Por isso, a indicação é não utilizar o hipoclorito para essa função, e sim optar por produtos que permitam a descontaminação dos alimentos de forma mais segura.


Atualmente, existem no mercado outras soluções, mais práticas e seguras, como o Clorin Salad. Comercializado em forma de pastilha, utiliza outro princípio ativo para inativar os microrganismos - o dicloro-s-triazinetrione de sódio. Além de ser um derivado orgânico, o Dicloro tem eficácia comprovada pelos principais órgãos ligados à saúde e não exigem enxágue posterior, o que evita a recontaminação. O Clorin Salad não deixa resíduos tóxicos, odor ou gosto nos alimentos e é o único produto para a finalidade aprovado também para a utilização em hortifrutícolas orgânicas com certificação do IBD.


Além disso, por serem comercializados em forma de pastilha evitam problemas como o derrame da solução durante o uso ou transporte, garantindo mais praticidade.

Agora que você já sabe que o hipoclorito não é a solução indicada para higienização dos alimentos, e conhece outras possibilidades, acesse nosso blog e saiba mais sobre desinfecção com segurança.


Você também pode visitar nossa loja online e conhecer nossa linha completa de produtos, para uso doméstico e uso profissional.


528 visualizações0 comentário
bottom of page